Início » Entenda » Entrevista – Rodrigo Gomes Missão Base

Entrevista – Rodrigo Gomes Missão Base

rodigoEm entrevista ao Radar Missionário, Rodrigo Gomes, diretor executivo da Missão BASE, que tem como objetivo Identificar as necessidades e projetos das organizações buscando recursos para viabilizá-los, integrar igrejas e organizações missionárias

O que é a Missão BASE e de onde ela surgiu?

A missão BASE nasceu em 2006 e foi fruto de uma crise vocacional. Éramos quatro casais que amavam a Deus e a obra missionária, mas não tínhamos a confirmação da parte de Deus de largar tudo e ir para o campo. No meio da crise, Deus nos mostra que Ele nos queria na retaguarda, segurando as cordas. Entendemos que o nosso chamado era servir quem serve. Dentro deste contexto surge a Missão Evangélica BASE, que é uma organização missionária interdenominacional de apoio a obra missionária. Não somos uma agência enviadora, mas uma organização que oferece suporte as agências de envio através da mobilização de voluntários. Nosso objetivo é transformar as necessidades do movimento missionário brasileiro em oportunidades para os cristãos que estão na igreja. Mostrando as multiformes possibilidades que a igreja local pode se envolver com a obra missionária. Cada um servindo com aquilo que tem nas mãos: dons, talentos e profissão.

Quais são as áreas de atuação da missão Base?

A BASE trabalha em cima do tripé: APOIO, CUIDADO e PREPARO. A área de APOIO são todas as necessidades que a gente atende das agências missionárias. Sejam elas necessidades dos projetos em campo ou do escritório, da parte administrativa. Para essa área a BASE desenvolveu em parceria com uma organização americana, Mission Next, um sistema de gerenciamento de voluntários. Ele funciona da mesma forma que o Catho, site de empregos. O nome do projeto é “chamado.org”. A BASE trabalha servindo apenas as agências filiadas a AMTB, que hoje são 56 agências missionárias. Com o “chamado.org”, cada agência pode entrar no site, fazer o seu cadastro e login e colocar periodicamente suas necessidades. Do outro lado, cada cristão que quiser se colocar a disposição para servir na obra missionária com os seus dons, talentos e profissão, pode fazer o seu cadastro no sistema. O “chamado.org”, vai conectar as necessidades com os perfis dos voluntários e apontar para cada necessidade um voluntário que apresente um perfil que se encaixe com ela. Estamos em teste, mas o sistema já está no ar e as pessoas já podem fazer o seu cadastro. Inclusive no cadastro, a pessoa coloca a sua disponibilidade de tempo para servir. O sistema trabalha em cima do tempo disponível que cada voluntário tem. Além do sistema, a BASE também organiza viagens missionárias de curto prazo com uma equipe para atender os projetos no campo dessas agências. São viagens bem direcionadas e focadas em demandas específicas. A equipe é formada com base nessas demandas. A última que fizemos foi para Afuá, uma comunidade ribeirinha distante seis horas de barco de Macapá. Fomos apoiar um trabalho da MEAP com ribeirinhos.

A área de CUIDADO é uma área voltada para o cuidado do missionário e da família dele. Atendemos necessidades da pessoa do missionário e não dos projetos. Nessa área desenvolvemos dois projetos: SAÚDE SEM FRONTEIRAS e RECANTO.

O Primeiro é focado na saúde do missionário. Criamos uma rede de médicos que possam atender os missionários brasileiros em seus consultórios e clínicas particulares. Funciona também no sistema do “chamado.org”. No site tem um botão “Saúde sem Fronteiras”. Qualquer médico cristão no Brasil pode clicar neste botão e se cadastrar nessa rede. No cadastro ele vai colocar a sua especialidade médica, sua disponibilidade de atendimento e o endereço da sua clínica ou consultório. Na disponibilidade de tempo, ele coloca quantos missionários ele pode atender em que espaço de tempo. Tudo é feito de acordo com a disponibilidade de cada um. O objetivo do projeto Saúde Sem Fronteiras é prover atendimento médico de qualidade para os nossos missionários.

No projeto RECANTO, a ideia é a mesma, mas voltada para as férias dos missionários. Durante esses nove anos de existência, descobrimos que grande parte dos missionários brasileiros não tem férias ou uma oportunidade de viajar para um lugar bacana com a esposa e filhos. O RECANTO tenta minimizar essa falta. Desafiamos cada cristão dentro das igrejas que tem casa de veraneio ou empresários donos de pousadas ou hotéis que possam oferecer um período de descanso para os missionários. Ele também entra no “chamado.org” clica no botão do PROJETO RECANTO. Lá ele vai colocar se é casa de veraneio, pousada ou hotel, o endereço e a disponibilidade que ele tem para oferecer. Um dono de pousada, por exemplo, pode colocar que disponibiliza um quarto, durante uma semana em baixa temporada ao ano. Cada um coloca o que pode oferecer. O nosso maior sonho é ver cada família de missionário podendo usufruir de um tempo de férias decente. Nos últimos dois anos atendemos mais de 30 famílias de missionários, mas deixamos de atender um número ainda maior. Precisamos urgente de mais lugares de descanso para os missionários Brasileiros.

A área de PREPARO é voltada para a igreja local. Nossa ideia é ajudar a igreja a servir mais e melhor. Oferecemos workshops, oficinas, cursos para a igreja local. Tudo voltado para o serviço na obra missionária. Temas como cuidado missionário, BAM, Fazedores de Tendas, Missões: todos em todo lugar, voluntariado, fazem parte dos assuntos que ministramos nas igrejas. Nosso desejo é termos uma rede cada vez maior de igrejas parceiras que nos ajudem a mobilizar e a servir as organizações missionárias. JUNTOS PELO REINO!

Com a sua experiência em missões, qual é a maior necessidade do missionário fora no campo?

Fizemos uma pesquisa há alguns anos atrás com algumas agências que a BASE ajudava. Na pesquisa, perguntamos exatamente isso: qual a sua maior necessidade. Mais de 80% das respostas foi: PASTOREIO. Sentimos falta da nossa igreja cuidando de nós, se importando realmente conosco. A maior falta que a igreja pode fazer é quando ela deixa de cuidar dos seus missionários. E quando digo cuidar, não estou falando apenas de investimento financeiro, mas de cuidado mesmo. Mentoria, pastoreio, oração, relacionamento. Se o missionário tem uma igreja presente, que cuida dele, que liga para ele, que visita ele, ele tem muito mais condições de aguentar o estresse e a pressão no campo.

Como alguém pode se envolver com a BASE?

Cada cristão, igreja ou empresário podem se envolver com a BASE de várias formas. As igrejas podem ser nossas parceiras, nos ajudando na mobilização. Nossa ideia é que em cada região do Brasil a BASE tenha uma rede de igrejas locais que nos ajudem a mobilizar e encontrar quem possa atender as necessidades. No caso dos cristãos e empresários, eles podem ser voluntários se cadastrando no site, podem nos ajudar na mobilização curtindo a nossa página no facebook e convidando seus contatos para curtirem também. Além disso, podem nos apoiar em oração ou como nosso mantenedor. A BASE se sustenta da mesma forma que qualquer agência missionária, através de doações. Eles podem dar uma oferta específica ou ofertar mensalmente. No caso dos empresários, eles podem ajudar também com a sua experiência e visão. Muitos projetos de agências precisam da visão empreendedora ou conhecimento na área de gestão para se tornarem relevantes. Os empresários Brasileiros têm um potencial na missão de Deus tremendo.

No site da Base tem um serviço de Chat, quais sãos as principais dúvidas de quem acessa o chamado.org?

Normalmente querem saber se o perfil, a profissão ou o que podem oferecer servem para alguma coisa na obra missionária. Eu costumo dizer que nunca vi Deus dispensar ninguém que queira servir. Com certeza aquilo que você faz, a sua profissão, experiência de vida serve para algo dentro da Missão de Deus. Tem algo que você pode fazer diferença. Deus chama todos nós para fazer parte da sua missão, a gente só precisa ter um coração obediente e disponível para Deus.

base

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s